Acontece

13 de Julho – DIA DO ROCK

julho 13, 2016

A música sempre foi para nós uma inspiração. Por isso neste Dia do Rock convidamos nosso parceiro, e profundo conhecedor do tema, Giovanni Papaléo para dar algumas palavras sobre o assunto. 
Giovanni é músico baterista, líder da Banda Uptown Blues Band, produtor cultural, fomentador e um dos pioneiros da cena do Blues em Pernambuco. Produziu eventos como o Oi Blues By Night, Riomar Jazz Fest, Garanhuns Jazz Fest e Gravatá Jazz Fest entre outros.
Leia abaixo o artigo escrito por ele e enjoy it!

Falar sobre o Rock, nos leva a pensar nas suas origens. Os mestres do Blues costumavam dizer que o Rock nada mais era do que um Blues tocado mais rápido e mais alto. Na realidade o Rock é uma complexa fusão de vários estilos musicais associados à fatos marcantes vivenciados pela geração norte americana dos anos 50, que influenciaram diretamente a mudança de hábitos de várias gerações posteriores, assim como o som que essas gerações escutavam.

Quando Charlie Christian e T Bone Walker resolveram criar um novo som através de um violão “eletrificado”, deu-se para muitos o início do embrião do que mais tarde se chamaria Rock, através de seu instrumento mais marcante: a guitarra elétrica. Em New Orleans, antes disso, foi criado no início do século XX outro instrumento fundamental para a consolidação do Jazz e, posteriormente, do Rock: a bateria!

Nela o ritmo básico para a criação do Rock é baseado no “shuffle” do Blues (com ênfase no back beat) que, com o tempo, mudou de sua tradicional divisão rítmica de tercinas para colcheias, tendo como grande pioneiro o baterista Earl Palmer de New Orleans. É muito interessante escutar as gravações de Little Richards tendo Earl Palmer na Bateria: a tensão musical criada entre o contraste do ritmo do piano de Richards (colcheias) e a batida da bateria de Palmer (swingada) são algumas das bases do que conhecemos como Rock and Roll.

Vale aqui também o registro de que o termo “backbeat” (acentuação nos tempos fracos num compasso de 4/4, ou seja tempos 2 e 4), mencionado anteriormente é a “clave” do rock ou seja é a identidade rítmica mais básica e característica desse gênero musical.

Antes da guitarra elétrica, em New Orleans, grandes músicos como Fats Domino e Professor Long Hair usavam o piano como instrumento principal para difundir o Rythm and Blues o qual, com suas raízes no Blues, no gospell, no jazz e na country music, se fundiram para criar o que conhecemos como Rock and Roll.

Além deles o saxofonista Louis Jordan, entre outros, foi também fundamental para fortalecer essas mudanças, sendo um dos pioneiros em tornar o jazz e o swing em estilos mais ” acessíveis’ e mais “pop” através do seu “Jump Blues”.

Apesar de muitos darem o credito de “Pai do Rock”, ou “Rei do Rock”, à Elvis Presley, na realidade ele teve o grande mérito de popularizar esse estilo, mas que, de fato, foi forjado por músicos tais como Chuck Berry e Little Richards.

O som inicialmente gravado por Mr. Berry sofreu grande influência do competente trabalho de gravação forjado na Chess Records, que tinha como um dos principais produtores musicais o grande Muddy Waters, um dos grandes mestres do blues!

Apesar do Rock ter sofrido influências posteriores para chegar ao som que conhecemos hoje em dia, é muito importante conhecer um pouco suas origens. Esse breve texto é apenas uma introdução ao assunto, numa abordagem mais “baterística”.

REFERÊNCIAS DE IMAGENS UTILIZADAS VIA GOOGLE

E como você já sabe a melhor combinação para o DIA DO ROCK é a nossa Linha Blues Collection.
Confira o video da campanha e nossa seleção especial!

You Might Also Like

Sem comentários

Deixar um Comentário